<< voltar

Número: 243
Data: 20/07/2016
Título: JÁ AS ABAIXO ASSINADAS... VÍRGULAS

 --- Está correto usar vírgula neste caso: Nem a guerra, nem as drogas. Karina Lapido, Taubaté/SP

 

Está correto. Com a conjunção nem repetida, a vírgula é optativa. Exemplos de uso:
 
. Nem isso nem aquilo. 
 
. Não vi nem um nem outro. 
 
. Não queremos nem a guerra, nem as drogas, nem a desigualdade. 
 
--- A vírgula invariavelmente substituirá o verbo no caso de sua implicitude? Tenho minhas dúvidas. As frases a seguir são todas corretas? Eu sou belo; ele não./ João derrotou José. Lucas, Manoel./ A verdade dos fatos não pode ser contestada; seu contexto, sim. (ou "seu contexto sim"?) Márcio S. Fontes, Florianópolis/SC
 
A vírgula não precisa obrigatoriamente tomar o lugar do verbo subentendido, isto é, quando há elipse, supressão verbal. A vírgula só é obrigatória em caso de ambiguidade, como sublinhava o gramático Celso Luft. Vamos aos exemplos indicados:
 
1) Eu sou belo; ele não.
Frase correta. Não só a vírgula seria excessiva, dada a pequena extensão da frase (“ele, não”), como também seria desnecessária porque o verbo apareceria depois da negativa: ele não [é]. Aí não se trata exatamente de vírgula no lugar de verbo elíptico. Em vez do ponto e vírgula também se poderia usar o conectivo e: Eu sou belo e ele não
 
2) João derrotou José. Lucas, Manoel.
Vírgula necessária, pois sem ela entenderíamos "Lucas Manoel" como um nome só.
 
3) A verdade dos fatos não pode ser contestada; seu contexto, sim ou seu contexto sim.
A vírgula antes de sim não está errada, mas tampouco é necessária.
 
--- Minha dúvida tem a ver com o uso de em frases como: Já a senadora Heloísa Helena recusa-se a apoiar Sarney. Ou: Já o líder do PSDB afirma que...  O aí não me parece que seja advérbio. É o quê?  Nair Resende, São Paulo/SP
 
, além de advérbio, pode ser conjunção coordenativa de duas modalidades: alternativa e adversativa. Por exemplo, numa frase como “Já chateada, já raivosa, quedou-se na rede”, é conjunção alternativa. Nos dois casos da consulta, tem sentido adversativo, como se fosse:
 
Mas a senadora... /No entanto, a senadora Heloísa Helena recusa-se a apoiar Sarney.

Por outro lado, o líder do PSDB afirma que não apoiará ninguém. 
 
--- Quando mulheres fazem um abaixo-assinado o certo é: As abaixo-assinadas? Valéria C. Barbosa, São Paulo/SP
 
Não havendo nenhum homem na lista, o uso da expressão no feminino é correto. A petição nesse caso começa assim: As abaixo assinadas vêm... Note que aí não se coloca hífen. Só se emprega o hífen no substantivo: 
 
O TSE recebeu um abaixo-assinado com cem mil assinaturas.
 
Todas as mulheres do município fizeram um abaixo-assinado reivindicando salários iguais aos dos homens.

download PDF

<< voltar

Instituto Euclides da Cunha
Luiz Fernando de Queiroz, diretor
Rua Marechal Deodoro, 235 cj. 1204 - CEP 80020-907 - Curitiba - PR
Fone (41) 3223.6543 - linguabrasil@linguabrasil.com.br