<< voltar

Número: 239
Data: 22/06/2016
Título: AO FIM E AO CABO, VÃO DAR-NOS CÂMARAS

 --- Há meses li um trabalho em que estava escrita a seguinte expressão: ...ao fim e ao cabo... Tenho curiosidade de saber sua etimologia, embora tenha pesquisado e não encontrado o significado desta expressão. José Emiliano Ribeiro Filho, São Paulo/SP

 

Ao fim e ao cabo quer dizer "afinal, depois de tudo". Um dos significados da palavra cabo é término, fim, limite. Assim, usa-se "ao cabo" junto com "ao fim" apenas como um reforço, para enfatizar que é bem no fim mesmo!
 
 
--- Câmera ou câmara? A Veja usa Câmara para referir-se a máquina fotográfica ou filmadora. Eu sempre achei que era Câmera, enquanto que Câmara é para locais, ex. Legislativo, ou artefato dos pneus (câmara de ar). Chirochi Yokota, Altônia/PR
 
Tudo pode ser câmara: assembleia, junta, conselho, recinto, compartimento, máquina de filmar e de fotografar, o cinegrafista, etc. No grego e no latim a palavra é escrita com a. Acontece que na área de cinema, fotografia e TV, por influência talvez do inglês, idioma em que diz "camera, cameraman", costuma-se usar também a grafia câmera. Imagino, então, que a revista Veja tenha optado por uniformizar sua linguagem.
 
 
--- Qual a diferença entre as palavras darmos e dar-nos? PK, Rio de Janeiro/RJ
 
Darmos se escreve junto e se refere ao verbo dar na 1ª pessoa do plural do infinitivo (flexionado), com a desinência mos
 
Disse para (nós) darmos nossa opinião. 
 
Convém falarmos baixo.
 
Para acertarmos as contas, precisamos nos reunir.
 
A outra palavra é dar-nos – com n, pois se refere ao pronome oblíquo nos, que quando vem depois do verbo (ênclise) se separa com hífen. Exemplos: 
 
Ela já comprou o presente que quer dar-nos no Natal.  [dar-nos = nos dar]
 
Ele vem falar-nos sobre deveres e direitos. [ou: vem nos falar]
 
Pelo jogo, nossos adversários devem acertar-nos somente nas pernas.
 
 
--- Qual é a diferença entre as expressões a intervalos e em intervalos? Marco Souza, Manaus/AM
 
Não há diferença semântica entre "a intervalos" e "em intervalos". Não é muito rara, nas locuções adverbiais, a permuta entre as preposições a e em, como por exemplo:
 
. a curto prazo / em curto prazo
 
. a longos prazos (= em grandes intervalos)
 
. a goles / em goles
 
. a domicílio / em domicílio
 
. em boa hora / a bom tempo
 
. em redor / ao redor
 
A locução original, em todo caso, é a intervalos, que significa “de vez em quando”. Mas no momento em que se usa um qualificador, a preposição é  geralmente em: em intervalos curtos, em pequenos intervalos, em grandes intervalos etc.

download PDF

<< voltar

Instituto Euclides da Cunha
Luiz Fernando de Queiroz, diretor
Rua Marechal Deodoro, 235 cj. 1204 - CEP 80020-907 - Curitiba - PR
Fone (41) 3223.6543 - linguabrasil@linguabrasil.com.br