<< voltar

Número: 080
Data: 05/06/2013
Título: VÍRGULAS DEPOIS DO SUJEITO E COM ADVÉRBIO DE MODO

“Há regra para colocação de vírgula? Eu costumo empregar o método da respiração.” Assim escreveu, com muita espontaneidade, o leitor Adelino Miranda, de Porto Alegre/RS.


Como já tivemos oportunidade de dizer, não se coloca vírgula de ouvido simplesmente; não há uma necessária conexão entre vírgula e pausa – “nem a toda pausa corresponde uma vírgula, nem a toda vírgula corresponde uma pausa...”, sustenta Celso Luft. O fato é que a vírgula obedece a critérios sintáticos, não se devendo separar os termos da oração unidos sintaticamente, ou seja, colocar vírgula entre sujeito e verbo, entre verbo e complementos, a não ser que haja encaixes entre esses elementos.


Vírgula entre sujeito e predicado/verbo é erro, consequentemente. Maus exemplos:


* O Laboratório Botânico, está completando 15 anos.

* As conquistas recentes e o seu carisma, colocam Guga como o tenista mais popular de todo o circuito.

* A inobservância das obrigações estabelecidas nesta lei, sujeitará o infrator às penas previstas na legislação.


Exemplos corrigidos:


O Laboratório Botânico está completando 15 anos.

As conquistas recentes e o seu carisma colocam Guga como o tenista mais popular de todo o circuito.

A inobservância das obrigações estabelecidas nesta lei sujeitará o infrator às penas previstas na legislação.


Desconfie da vírgula antes do verbo! Ela só estará ali se houver um encaixe ou intercalação, que se marca por duas vírgulas:


Errado: O 1° Congresso Internacional de Educação Holística – CIEH, foi lançado com festa.  [não vai a vírgula mesmo que na leitura se faça pequena pausa depois da sigla]


Certo:  O 1° Congresso Internacional de Educação Holística – CIEH foi lançado com festa.


Com encaixe: O 1° Congresso Internacional de Educação Holística – CIEH, a ser promovido pelo Colégio Coração de Jesus, foi lançado com festa.


Observemos mais dois exemplos em que o sujeito está separado do seu predicado por uma intercalação entre vírgulas:


A propriedade utilizada pelo ex-governador Hercílio Luz para passar os dias de descanso no distrito de Taquaras, em Rancho Queimado/SC, está prestes a se transformar num empreendimento que unirá lazer e preservação do patrimônio.

A globalização, seja de forma direta ou indireta, está expondo os agricultores do Mercosul a um perigo mais forte:  o de servirem de cobaias para agrotóxicos que são proibidos em países da Europa.


--- Os advérbios terminados em mente são necessariamente colocados entre vírgulas? Mirian Silva Rossi, São Paulo/SP


De jeito nenhum! Veja algumas boas frases: Esta é uma medida tecnologicamente possível. Falou incansavelmente para a multidão. Saiu-se razoavelmente bem. Ele disse que lamentavelmente não havia condições de retorno. As cores azul e verde correspondem respectivamente aos grupos 10 e 11.


Você só colocará o advérbio de modo (terminado em “-mente”) entre vírgulas se quiser dar ênfase especial ao que ele expressa, por exemplo: Ontem, infelizmente, não nos encontramos no colégio.  As cores azul e verde correspondem, respectivamente, aos grupos 10 e 11.


download PDF

<< voltar

Instituto Euclides da Cunha
Luiz Fernando de Queiroz, diretor
Rua Marechal Deodoro, 235 cj. 1204 - CEP 80020-907 - Curitiba - PR
Fone (41) 3223.6543 - linguabrasil@linguabrasil.com.br