<< voltar

Número: 131
Data: 29/04/2020
Título: COMUNICADO E INFORMADO

--- Costumo assistir ao Jornal da Record e, no final de uma reportagem sobre o problema do gerundismo, Boris Casoy comentou dois ou três erros que as pessoas costumam fazer, tipo “vai estar recebendo” e “fulano foi comunicado”. Não entendi o que há de errado em foi comunicado, qual o problema em usar essa expressão? Adroaldo de Andrade, São José/SC


Boris Casoy falou assim porque na linguagem culta se diz que “um fato é comunicado”, e não “uma pessoa é comunicada”. Já explico.


Tomemos a seguinte frase “errada” como exemplo: “O inquilino foi comunicado pelo síndico que as taxas seriam aumentadas”. Essa é uma construção passiva que teria como correspondente “O síndico comunicou o inquilino...”. Grifei o artigo o para chamar a atenção da ingramaticalidade da oração, que, de acordo com o português padrão, é dita assim: “O síndico comunicou ao inquilino”.


A regência normal do verbo comunicar, que todo mundo sabe, é: a gente - comunica -  alguma coisa -  a alguém. [voz ativa]


Aí vemos objeto direto de coisa e objeto indireto de pessoa, a mesma regência que se observa nestes exemplos:


O repórter comunicou a morte de Getúlio Vargas à nação.

O gerente comunicou ao servidor que seu horário fora alterado.

Peço que nos comunique qualquer decisão em contrário.

Gostaria de comunicar-lhe que você foi aprovado nos exames.


Então, ao passar esse tipo de frase para a voz passiva, ou seja, quando se usa o particípio “comunicado”, o objeto direto [de coisa] vem a ser o sujeito da oração: alguma coisa  -  é comunicada  -  a alguém.  [voz passiva]


E não o contrário, não a pessoa como sujeito: “alguém é comunicado de algo”, como já é hábito falar (esta construção já está tão arraigada que pouquíssimas pessoas se dão conta da sua ingramaticalidade). De qualquer modo, a construção passiva recomendada com o verbo comunicar é a seguinte:


O resultado das eleições será comunicado em rede nacional.

O aumento das tarifas foi comunicado aos inquilinos.

Foi-me comunicado que passei nos exames.

Qualquer decisão em contrário deverá ser comunicada à diretoria.

A morte de Getúlio Vargas foi comunicada à nação pelo Repórter Esso.


Qual a alternativa para quem quer ser “gramaticalmente correto” mas ao mesmo tempo não deseja usar este último tipo de frase? É se valer do verbo informar, que tem mais flexibilidade e admite tanto pessoa quanto coisa/fato como sujeito passivo. Assim, em vez de “Fulano foi comunicado”, podemos dizer:


Josué foi informado de sua demissão.

O inquilino será informado de que as tarifas devem aumentar.

O povo brasileiro foi informado da morte de Vargas pelo Repórter Esso.

Fui informada de que passei nos exames.

Os diretores deverão ser informados de qualquer decisão em contrário.

O rapaz foi informado pelo gerente de que seu horário havia sido alterado.


download PDF

<< voltar

Instituto Euclides da Cunha
Luiz Fernando de Queiroz, diretor
Rua Marechal Deodoro, 235 cj. 1204 - CEP 80020-907 - Curitiba - PR
Fone (41) 3223.6543 - linguabrasil@linguabrasil.com.br